Fruta engorda? - Le Cultive

Fruta engorda?

Recentemente nas redes sociais muitas publicações surgiram afimando que as frutas, de maneira geral, engordam ou contribuem para males como o sobrepeso e a alteração do índice glicêmico. No texto de hoje vamos explorar um pouco esse assunto, e se ele é verdadeiro.

Os alimentos, de forma geral, são compostos por todos ou quase todos os nutrientes, como proteínas, gorduras, carboidratos, micronutrientes e atc, uns em maiores proporções que outros. Eles são classificados pelo que é predominante na sua composição. As frutas têm sim pequenos percentuais de carboidrato, de gordura, de proteína, que variam entre as centenas de espécies que temos por aqui, mas todas pertencem a um grupo alimentar chamado de reguladores. Este nome é dado porque o que elas mais têm são vitaminas, minerais, fibras, enzimas digestivas e compostos bioativos (encontrados em maior proporção nas frutas e nas hortaliças). Juntas estas substâncias têm funções importantes para o nosso organismo, pois executam naturalmente ações antioxidantes, anti-inflamatórias, desentoxicantes, anti-cancerígenas e, entre outros poderes, ainda ajudam a regular o nosso sistema imunológico.

Em recente colaboração para uma matéria do Correio Braziliense, o professor e mestre em nutrição humana Aldemir Soares Mangabeira esclareceu que, em geral, a densidade calórica das frutas não é alta e o consumo só pode se tornar um problema em casos exagerados. “O único problema seria comer muito de uma vez só, como uma pessoa que consome cinco bananas de uma tacada, mas uma porção de fruta por dia, por exemplo, não faz mal”. Aldemir afirma que o consumo de frutas será sempre incentivado e, nos casos de dietas específicas, é importante que elas sejam inseridas associadas a outros alimentos. Ele acrescenta ainda que existem raros casos de pessoas com intolerância à frutose – o açúcar da fruta. Para os diabéticos, o problema se encontra na ingestão exagerada. “No caso de quem tem diabetes, existem outros princípios mais importantes que não podem ser desconsiderados, como a importância de associar uma proteína com carboidratos para modificar o índice glicêmico.

Fique ligado para mais informações relacionadas a alimentação e saúde!

Le Cultive 2016. Todos os direitos reservados.